#Vou contar uma história

A história não começa agora. Vai começar depois que eu introduzir o personagem principal, vulgo próximo post sobre essa história. Para diferenciar os posts sobre a história dos que não são, os da história terão um # no título. Mas vamos ao nosso protagonista, que se não fosse por ele eu jamais pensaria em escrever uma história.
Na tentativa de ser original, meu personagem é alguém sobre o qual ninguém mais escreveria qualquer coisa sobre. Não é o estereótipo de herói, nem o de anti-herói. Ele é a pessoa comum, mas não comum demais. É aquele carinha que aparece atravessando o cenário do filme que não tem nada de especial, às vezes até chega a ter duas falas no filme inteiro. Nesta história em particular, o protagonista estará cursando o ensino médio porque eu já passei pelo ensino médio e consigo imaginar como que algumas coisas são. Até o começo efetivo da história!

3 comentários:

Mi disse...

eeee historinha =D

Louisy disse...

uou, pensei q seria vc...

e, jah q eh ensino médio, eu TENHO q encontrar uma personagem linda, legal, esperta, simpática, bonita, inteligente e cult, assim como eu. Uma q goste do U2 e brit-rock, assim como eu, e q tenha uma queda incomparável por Felipes e Professores, assim como eu.

Nao quero com isto dizer q essa personagem tenha q ser a minha imagem e semelhança e muito menos baseada em mim e menos ainda q ela deva ser uma homenagem à minha excelentíssima e egrégia imagem...
por favor, nao entenda por este viés!


"e disso, bem, fez-se esse nó!"

Lilavati disse...

aaaah, começa logo a história!

:D